Segunda, 05 Fevereiro 2018 12:04

Novacki lidera missão à Ásia e Oriente Médio

Avalie este item
(0 votos)

O Secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Eumar Novacki, chefia uma missão brasileira à Ásia e Oriente Médio em busca de novos mercados e de consolidar a posição brasileira já conquistada nestas localidades. A delegação brasileira tem agendadas negociações bilaterais na Coreia do Sul, Cingapura, Indonésia, Malásia e Emirados Árabes Unidos, quando manterá reuniões com autoridades governamentais e lideranças empresariais destes países, entre os dias 4 e 16 de fevereiro próximo.

 

Uma das maiores preocupações do Ministério é com a renda do produtor rural que vem caindo nos últimos anos, e por isso a importância de buscar negócios do outro lado do mundo. “Precisamos garantir a renda do nosso produtor para que ele continue produzindo e melhorando a sua produtividade. É necessário que a gente garanta mercado para os produtos de quem está na ponta da cadeia do agronegócio”, justificou Novacki.

 

A mesma preocupação foi demonstrada pelo ministro Blairo Maggi, durante o evento do lançamento do pré-custeio agrícola do Banco do Brasil, nesta terça-feira (30/01), em Rio Verde, Goiás, na presença do Presidente da República, Michel Temer. 

 

“Infelizmente, nos últimos anos, ao mesmo tempo em que o produtor vem crescendo em produtividade e eficiência, em uso de tecnologia, as suas margens têm ficado cada vez menores. É um sinal de alerta que está acendendo e deve chamar a atenção dos governos estaduais, municipais e do Ministério da Agricultura”, disse Blairo Maggi.

 

Desde que o ministro Blairo Maggi assumiu a pasta da agricultura, há dois anos, o Ministério estabeleceu um plano para ampliar a participação brasileira no comércio exterior dos quase 7% atuais para 10% em um prazo de cinco anos. Esse salto, garantirá ao País uma injeção de US$ 30 bilhões por ano na economia brasileira, gerando emprego e renda. Para tanto, o Ministério tem intensificado as missões internacionais.

 

Nesta missão, temas como a promoção comercial, sanidade animal e vegetal, investimentos, infraestrutura, importação e exportação de produtos e segurança alimentar farão partes dos debates da delegação nacional com os representantes daqueles países. A comitiva brasileira será composta por integrantes do MAPA, do executivo nacional, de governos estaduais e de representantes de empresas e entidades ligadas ao agronegócio.

 

Fonte: MAPA