Terça, 05 Novembro 2019 12:36

Os desafios e a gestão de recursos na produção de suínos são temas do Qualificases Destaque

Avalie este item
(1 Voto)

DSC 0616

 

Com foco em debater de forma mais ampla os desafios e a importância da gestão de recursos durante a produção de suínos, o Programa Anual de Capacitação de Suinocultores (Qualificases) chegou ao seu quinto módulo, no último dia 03 de outubro, no município de Conceição do Castelo. 

 

Contando com a apresentação do médico veterinário e consultor da ABCS, Iuri Pinheiro Machado, a palestra destacou aos mais de 60 participantes a necessidade dos mesmos estarem atentos às mudanças e novidades que o setor vem recebendo. A diferença entre produtividade e a produção por vaidade também esteve em pauta durante a explanação.

 

Iuri abordou alguns modelos de gestão eficazes e enfatizou que o foco também deve estar na sustentabilidade durante o processo de produção dos suínos. “A sustentabilidade, nada mais é, do que a perpetuação do negócio baseado em questões econômicas, sociais, ambientais e os produtores devem estar muito atento às questões de biosseguridade, produtividade - não só em números de suínos produzidos, mas também na qualidade desses animais e na sua eficiência de produção - e também nas questões relacionadas ao meio ambiente como a destinação de carcaças e dejetos, além do uso prudente de antimicrobianos e os cuidados com o bem-estar animal”, destacou o pesquisador.

 

CSC 0701

 

O mercado de milho e suas modificações também foram abordados pelo palestrante, que enfatizou que o comércio brasileiro ser tornou um grande exportador do grão nos últimos anos por conta do aumento de suas destinações em todo mundo. Iuri frisou a maior concorrência pelo alimento que deve ser acompanhada diariamente pelo suinocultor na hora da compra do grão.

 

O palestrante comentou sobre os desafios que aparecem quando novas doenças acabam sendo identificadas. “Nos últimos anos, surgiram várias doenças no Brasil e na suinocultura mundial isso é normal acontecer, especialmente viroses, mas o fato é que todas as vezes que essas enfermidades aparecem elas surgem num cenário de desafio, onde ocorrem superlotações, onde se quebra o equilíbrio sanitário dentro da granja e é isso que propícia o aparecimento de novas doenças. Se o suinocultor tiver uma boa biosseguridade, um manejo adequado e uma densidade de animais apropriada ele vai evitar que essa doença se manifeste”, explicou Iuri.  

 

DSC 0651

 

O consultor da ABCS também ressaltou que o suinocultor deve sempre seguir os parâmetros para manter o bem-estar em sua granja. “O produtor que tiver adequando ou reformando sua granja deve procurar um consultor e pedir que o mesmo faça um projeto de acordo com os preceitos que estão ligados ao bem-estar animal de cada setor. Esses parâmetros existem na literatura e em algumas publicações, embora ainda não estejam normatizados, e o suinocultor, junto com seu consultor, deve adotar esses critérios e adequações no próprio manejo no dia a dia da granja”, detalhou o palestrante.

 

O Qualificases é uma iniciativa da ASES e tem o apoio da ABCS, através do Projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (Integrasui), realizando parcerias com empresas que estão ligadas à suinocultura, trazendo temas que fazem parte do dia a dia do setor capixaba.

Última modificação em Terça, 05 Novembro 2019 16:20