Quarta, 14 Outubro 2020 21:47

Índice de preços de carnes da FAO mantém queda em setembro

Avalie este item
(0 votos)

O índice de preços globais de carnes da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) caiu 0,9% em setembro, na comparação com agosto, seguindo trajetória mensal de queda observada desde janeiro.

 

O índice ficou em 91,6 pontos em setembro, queda de 9,4% em relação ao mesmo mês do ano passado.

 

“Em setembro, as cotações para carne suína caíram, parcialmente influenciadas pela decisão da China de impor um bloqueio a importações da Alemanha após a detecção de peste suína africana entre javalis, enquanto os preços da carne de ovinos diminuíram com a alta oferta sazonal da Austrália”, disse a FAO em comunicado na semana passada.

 

Os preços da carne de frango subiram, refletindo o forte ritmo de vendas internacionais e limitada oferta por parte do Brasil.

 

As cotações da carne bovina ficaram estáveis, já que um aumento nos preços dos produtos brasileiros foi praticamente anulado pela queda nas cotações do produto australiano.

 

O índice de preços de carnes da FAO considera 35 cotações para preços de carnes (frango, suína, bovina e ovina) em dez diferentes mercados.

 

Fonte: CarneTec Brasil