Sexta, 12 Março 2021 21:28

Frango/cepea: poder de compra do avicultor aumenta em relação ao farelo e cai ante o milho

Avalie este item
(0 votos)

O poder de compra do avicultor de corte paulista em relação ao farelo de soja aumentou neste mês, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Em contrapartida, a relação de troca está mais apertada no que se refere ao milho.

 

Na média da parcial de março até quarta-feira (10), considerando-se o farelo de soja comercializado no mercado de lotes de Campinas (SP) e o frango vivo negociado no Estado de São Paulo, era possível ao produtor a compra de 1,63 quilo do derivado com a venda de um quilo de animal vivo. 

 

"Essa quantidade está 6,3% acima da registrada em fevereiro/21 e é a maior em três meses", disse o Cepea em relatório. Mas ressalvou: "O volume deste mês ainda está 22,1% inferior ao de março/20."

 

No caso do milho, considerando-se o Indicador Esalq, era possível ao avicultor paulista a compra de 3,05 quilos do cereal com a venda de 1 quilo de frango na média parcial de março, "o menor volume desde maio de 2016". "Além disso, a quantidade atual está 3,9% abaixo da média de fevereiro e 10,6% menor que a de março/20", disse o centro de pesquisas.

 

Quanto ao mercado do frango vivo, na média das regiões de São Paulo o frango é negociado a R$ 4,49/kg na parcial do mês, alta de 1,3% frente a fevereiro e ainda 39,7% acima do valor de março/20, em termos nominais. A tonelada do farelo de soja é comercializada a R$ 2.739,49 na parcial deste mês, recuo de 4,5% em relação à de fevereiro, mas ainda 78% acima da de março/20, em termos nominais. Já o Indicador Esalq do milho tem média de R$ 88,44/saca na parcial de março, alta de 5,4% frente ao mês anterior e ainda 56% maior que a de março/20.

 

No atacado da Grande São Paulo, o frango inteiro congelado se valorizou 1,9% de 3 a 10 de março, para R$ 6,19/kg na quarta-feira. Em Toledo (PR), a alta foi de 1,4%, com o inteiro a R$ 6,84/kg no dia 10.

 

Fonte: Broadcast Agro