Quinta, 01 Julho 2021 20:26

Índices de evolução dos grãos permanecem acima dos alcançados na comercialização dos ovo

Avalie este item
(0 votos)

Embora no decorrer de junho venha sendo observada retração considerável na aquisição da saca do milho e da tonelada do farelo de soja, o acompanhamento no médio prazo tendo como base os preços de janeiro do ano passado aponta que ainda se encontram em índices superiores aos observados na comercialização da caixa de ovos na base de produção.

 

O levantamento efetuado indica que os produtores de ovos conquistaram excelente evolução na comercialização do produto no quadrimestre fevereiro a maio de 2020, enquanto o milho e farelo de soja apresentavam pequena variação positiva. Porém, passado esse momento de forte ascensão, os preços declinaram e, mesmo alcançando novo período de evolução a partir do quarto trimestre de 2020, em sua grande maioria, os índices se mantiveram aquém dos obtidos pelo milho e farelo de soja.

 

O destaque evolutivo fica para o farelo de soja que iniciou trajetória ascendente em março do ano passado que culminou com evolução de quase 120% em fevereiro último. E mesmo apresentando retração nesses últimos meses, ainda aponta índice superior ao alcançado nos ovos.

 

A saca de milho que veio apresentando evolução gradativa a partir do segundo semestre do ano passado e que juntamente com o aumento no farelo de soja impactaram fortemente o custo de produção do avicultor, também vem apresentando índice declinante em junho. Porém, também permanece com evolução superior à alcançada na comercialização dos ovos.

 

Enfim, as condições apresentadas ainda estão distantes de melhorar as condições de produção e comercialização dos produtores de ovos. E um dos efeitos perversos dessa situação é a incapacidade de manutenção do plantel produtivo.

 

Saiba mais https://www.ovosite.com.br/index.php?page=noticias&id=20033

 

Fonte: Ovosite