Segunda, 19 Julho 2021 19:34

Preços do frango sobem e devem seguir firmes no Brasil

Avalie este item
(1 Voto)

O mercado do frango vivo voltou a apresentar preços firmes na semana e o ambiente de negócios ainda sugere por novos reajustes no curto prazo, mesmo que isso ocorra de maneira moderada. A avaliação foi feita pelo analista de SAFRAS & Mercado, Fernando Henrique Iglesias.

 

Os custos de nutrição animal ainda são uma preocupação recorrente, em linha com o recente comportamento dos preços do milho no mercado doméstico. Segundo o consultor, o mercado atacadista teve comportamento semelhante para as cotações.

 

“O movimento só não será mais agressivo em função do menor apelo ao consumo durante a segunda quinzena do mês, período que conta com menor consumo. Importante mencionar que a carne de frango ainda conta com a predileção do consumidor médio, algo natural com a atual conjuntura macroeconômica”, resumiu.

 

As exportações de carne de aves e suas miudezas comestíveis, frescas, refrigeradas ou congeladas do Brasil renderam US$ 222,18 milhões em julho (7 dias úteis), com média diária de US$ 31,74 milhões. A quantidade total exportada pelo país chegou a 127,3 mil toneladas, com média diária de 18,18 mil toneladas. O preço médio da tonelada ficou em US$ 1.745,20.

 

Na comparação com julho de 2020, houve alta de 63,45% no valor médio diário, ganho de 24,03% na quantidade média diária e elevação de 31,78% no preço médio. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio e Serviços e foram divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior.

 

Fonte: Agência Safras