Quinta, 07 Outubro 2021 19:50

Produtor de ovos capixaba agora tem um dia dedicado ao seu trabalho

Avalie este item
(0 votos)

Foi sancionada, no último dia 04 de outubro, a Lei Estadual número 11.407 / 2021, que institui o Dia Estadual do Produtor de Ovos, de autoria do deputado Adilson Espindula.

 

O projeto de Lei foi protocolado no dia 26 de novembro de 2020. Menos de um ano depois, foi aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa do Espírito Santo.  O dia 02 de março foi escolhido por ser a data de nascimento do primeiro produtor de ovos de Santa Maria de Jetibá, o senhor Erasmo Berger.  

 

A produção de ovos em Santa Maria de Jetibá começou nos anos 1960. O Erasmo Berger, nascido em 02 de março de 1944, recém-formado técnico no Rio de Janeiro, voltou à Terra Natal com cerca de 500 pintinhos. Com muita disposição para o trabalho, começou, ali, o seu ofício de “Produtor de Ovos”.  O pai de Erasmo, que era comerciante, vendia os ovos produzidos pelo filho.

 

O esterco das granjas, ideal para adubo orgânico para a horticultura, colaborou para que o município se tornasse o maior responsável pelo abastecimento da Ceasa de Vitória, com produtos hortifrutigranjeiros.  Hoje, o setor da produção de ovos gera cerca de 25 mil empregos diretos.

 

O Município de Santa Maria de Jetibá, na Região Serrana do Espírito Santo é o maior produtor de ovos do Brasil. Os números são grandiosos. Hoje, Santa Maria de Jetibá tem mais de 16 milhões de galinhas e 3,7 milhões de codornas. Por ano, são produzidas 361,3 milhões de dúzias de ovos de galinha e 77 milhões de dúzias de ovos de codorna. Isso dá uma média de 30 ovos por segundo.

 

O deputado Adilson Espindula se sente honrado por ser o autor da lei. “Esta é uma justa homenagem e o reconhecimento a todos os produtores de ovos do Espírito Santo, que continuam trabalhando com afinco, mesmo diante das dificuldades encontradas.”

 

Fonte: Assessoria de imprensa do Deputado Estadual, Adison Espindula

Última modificação em Quinta, 07 Outubro 2021 19:54